Fuja do golpe da falsa hospedagem oferecida na internet

Falsa Hospedagem

Uma reportagem do programa Fantástico deste domingo (18/2) alertou para o golpe das passagens aéreas e pacotes turísticos aplicados no Brasil.

Porém, esse tipo de cilada existe em várias partes do mundo e pode pegar também quem tem experiência na compra de produtos de turismo. Recentemente, ao procurar uma hospedagem em Lisboa, quase caí em uma roubada virtual.

Um anúncio em um site em Portugal me levou a um falso Airbnb, plataforma que oferece imóveis de temporada para turistas. Assista ao Programa Eu Por Aí e veja como escapar deste tipo de golpe.

Outros Posts

Patagônia chilena é destino para se render ao poder da natureza

Patagônia

É bem verdade que nós, brasileiros, adoramos destinos de compras. Miami, Orlando, Nova York estão sempre na nossa lista de desejos. Mas assim como há lugares para gastar muitos dólares e estar conectado nas redes sociais quase que 24 horas por dia, há também destinos cujo propósito é exponencialmente o inverso. E não é preciso ir ao outro lado do mundo para simplesmente contemplar o que há de mais belo neste planeta: a natureza. Esse é o convite que a Patagônia faz ao seu visitante. Esqueça as lojas de grife e o sinal de celular, porque a conexão será inteiramente com lindas paisagens feitas de bosques, riachos e geleiras.

A Patagônia é dividida entre Argentina e Chile, bem ao sul da Cordilheira dos Andes e da América do Sul. Se na Argentina tem destinos conhecidos mundialmente como Ushuaia e a Terra do Fogo, na sua face norte, no Chile, é onde se encontramos recantos ainda mais deslumbrantes e porque não dizer míticos, como a Carretera Austral, estrada de 1,2 mil quilômetros que serpenteia a região, abrindo caminho entre as cidades de Puerto Montt e Villa O’Higgins.

Apesar de parecer um tanto remota, chegar ao norte da Patagônia não é uma tarefa assim tão difícil. O aeroporto mais próximo a Santiago fica na cidade de Balmaceda, conhecida como uma das mais frias do Chile. Mas uma boa notícia, principalmente para quem não se dá muito bem com o frio, como eu, é que, quanto mais nos embrenhamos pela região, mais ameno o clima, principalmente no verão. Mas se você curte frio, então vá no inverno. Vale lembrar que, por estar no sul da América do Sul, é imprescindível levar roupas de frio, mesmo na estação mais quente do ano, roupas impermeáveis (por conta da chuva que sempre cai por lá) e botas para caminhar na terra e no gelo.

Patagônia
Carretera Austral serpenteia vales e montanhas da Patagônia chilena

Para explorar o norte da Patagônia é preciso ter em mente duas opções: Faça você mesmo ou se hospede em um hotel que dê todo o suporte. Se a escolha for pela primeira opção, será preciso alugar um carro desde Balmaceda e daí ir vencendo as distâncias e conhecendo lugares por sua conta e risco. Impossível não é, mas eu diria que a segunda escolha é a mais confortável. Afinal, não estamos em um destino onde há facilidades como asfalto em todo o caminho, ou postos de combustível aqui e ali, e lembrando, o sinal de celular ora funciona, ora não. Transporte público? Só nas pequenas cidades.

Escolhi me hospedar no Loberias Del Sur, hotel na pequena cidade de Puerto o Chacabuco. São pouco mais de 130 quilômetros de distância, percorridos em mais ou menos duas horas. O interessante dessa opção é o que o hotel oferece serviço de transfer de e para o aeroporto de Balmaceda, e serve como base para todos os passeios. Falarei do hotel mais  adiante, mas, vale lembrar que, estar bem acomodado, com boa comida e vinhos chilenos, é como um bálsamo depois de um dia inteiro explorando a região.

Comecei minha imersão pela natureza de leve, e sugiro o mesmo a quem se interesse em visitar o destino. No caminho entre Balmaceda e Puerto o Chacabuco fica a charmosa Coyhaique. Do alto da estrada é possível vê-la, quase escondida no meio de pampas verdejantes. Típica cidade pequena, tem um centro onde praticamente tudo se resume, com feira de artesanato, bancos e comércio. Não é uma cidade turística, mas deve ser visitada, justamente por revelar como é a vida tão longe de um grande centro urbano e tendo como vizinha, a poderosa Mãe Natureza.

Patagônia
Cerro Castillo: figuras rupestres

Conhecer a face norte da Patagônia significa se deslocar pelas estradas. Então, todos os passeios vão demandar uma boa parte do dia sobre quatro rodas. E quanto mais distante da base, mais incrível o lugar. Mesmo com muitas horas (as vezes 4 horas para chegar e outras 4 para voltar) o caminho nunca é enfadonho. Monumentos naturais como o Cerro Castillo onde ficam as Rochas das Mãos (figuras feitas por nativos, que deixaram suas mãos pintadas há pelo menos 15 mil anos) e o Rio Ibañez, que rasga um extenso vale, fazem parte do trajeto. Outra comodidade de estar com guias é poder parar em um mirante, apreciar a vista tomando um bom chocolate quente, ou um café, acompanhado de petiscos.

Um dos passeios mais próximos de Puerto o Chacabuco é o Parque Aikén del Sur. A apenas 7 quilômetros de distância, a propriedade privada tem uma área de 250 hectares e uma rica biodiversidade. O visitante pode escolher entre três trilhas, a mais extensa leva aproximadamente três horas e vai até uma parte alta do parque. Escolhi a intermediária, de duas horas, feita de trilhas suaves entre a mata. Me embrenhei pelo bosque húmido e respirei muito ar puro, conhecendo a flora típica da região e, entre uma copa de árvore e outra, avistei pássaros. O fim da trilha reserva a melhor parte do passeio, como uma ponte de madeira sobre um riacho com corredeiras e uma vista majestosa da Cascata Barbas del Viejo. Me deixei molhar um pouco pelo vapor formado pela queda d’água. E depois de gastar muitas calorias, o passeio termina com um almoço regado a pisco sour, vinho e um delicioso cordeiro patagônico assado no fogo de chão.

Patagônia
Parque Aikén del Sur

Outra reserva que não deve ficar fora do roteiro é o Parque Nacional Queulat. A aproximadamente 175 quilômetros desde Puerto o Chacabuco, o parque expõe cruamente como o homem está mudando a paisagem da Terra. Vítima do aquecimento global, a colossal geleira de Queulat, presa no alto de uma montanha, se desfaz lentamente sobre um lago. O parque oferece navegação pelo lago quando as condições climáticas permitem. No passeio é possível ver de perto a geleira. Para quem não quer se arriscar nas águas geladas, o roteiro segue pela mata, onde é possível apreciar a beleza da fauna e flora. Há um área para alimentação. Quem vai por conta deve levar comida, quem contratou o passeio, os guias preparam almoço em uma especie de tenda, o que é uma facilidade. E a comida ainda vem com pisco e vinho.

Um dos passeios mais cansativos, mas que vale cada quilômetro rodado (são 600 no total, desde  Puerto o Chacabuco), é o do Lago General Carrera (no lado argentino recebe o nome General San Martin. E é neste, que é o maior lago do Chile, que ficam as mais belas obras de arte esculpidas pela natureza: as Catedrais de Mármore. São formações rochosas que há milênios estão em processo de escavação pelas águas. Ao cortar o mármore, a água abre galerias, que de tão amplas, podem ser visitadas em botes. O passeio dura cerca de duas horas e os barcos só saem se as condições climáticas permitem. Ao final, almoço com mais pisco e vinho.

Patagônia
Capelas de Mármore

Depois de rodar muito pelas estradas, que tal conhecer a região singrando as gélidas águas do sul do Chile? De Puerto o Chacabuco parte o catamarã Chaitén, que leva os turistas em uma longa viagem até a Laguna San Rafael. São quatro horas navegando com todo conforto e refeições e bebidas incluídas. Apesar da distância, a lagoa é dona de um dos monumentos mais impressionantes do mundo, a Geleira San Rafael.

Patagônia
Botes levam turistas para ver de perto a Geleira San Rafael

O glacial é uma massa de gelo em um área de 700 quilômetros quadrados de extensão, 70 metros de altura e 200 de profundidade. O catamarã Chaitén para próximo ao paredão congelado e oferece passeios mais próximos, realizados em pequenos botes, de onde se observa com segurança o desprendimento de gigantescos blocos. Além da impressionante vista, no caminho, pedaços gigantescos de gelo translúcidos flutuam pela lagoa e ganham tons azulados, conforme são iluminados pelo sol. Na volta para Puerto o Chacabuco, as quatro horas passam rápido para quem gosta de diversão. A tripulação convida os passageiros a soltar a voz em um divertido karaokê e open bar. Quem prefere descansar, pode ficar no primeiro andar do barco, apreciar a vista ou dormir.

Hospedagem

Patagônia
Hotel Loberias del Sur

Além de oferecer toda estrutura para os passeios pelo norte da Patagônia, o Loberias Del Sur (www.loberiasdelsur.cl) é a base mais confortável na região. Localizado em Puerto o Chacabuco, o hotel quatro estrelas dispõe de apartamentos confortáveis, academia, loja de roupas e suvenires, sauna, piscina e restaurante com menu assinado por um chef. Um ponto favorável é que, mesmo quando o passeio termina tarde da noite, o hotel estende o jantar, para que o hóspede não fique sem refeição. E se o passeio sai muito cedo, como para a Laguna San Rafael (às 7h), o Loberias abre o restaurante mais cedo ou ainda oferece um café rápido no lobby. Outra comodidade é o transfer de e para o aeroporto de Balmaceda. Basta o hóspede informar o horário do voo e o hotel providencia o transporte no momento mais adequado.

Patagônia
Eduardo Gregori nas Capelas de Mármore

Assista ao Programa Eu Por Aí na Patagônia Chilena

Outros Posts

Ocupação hoteleira no Rio para o réveillon deve passar de 90%

Rio

A procura de turistas brasileiros por hotéis no Rio de Janeiro fez a taxa de ocupação na rede hoteleira da cidade chegar a 87% dias antes do réveillon, e a previsão da Riotur é que esse percentual aumente nos próximos dias, ultrapassando os 90%.

O presidente da empresa municipal de turismo, Marcelo Alves, considera o percentual histórico. Segundo ele, o número de quartos na cidade subiu de 20 mil para 58 mil nos últimos anos, o que torna a ocupação próxima de 90% ainda mais significativa, considerando a oferta maior.

“A cidade está completamente lotada de turistas. Vamos chegar a uma ocupação hoteleira de mais de 90%. Isso é um recorde na cidade do Rio de Janeiro”, disse Alves. “Triplicamos, praticamente, o volume de turistas na cidade. Temos que comemorar”, acrescentou.

Segundo dados apresentados pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis à Riotur, a taxa de ocupação é maior nos hotéis de Ipanema e Leblon, onde já atinge 92%. Em Copacabana e no Leme, a taxa está em 91%, assim como em Botafogo.

Os hotéis da Barra da Tijuca e de São Conrado estão com uma média de 85% dos quartos ocupados, e no Centro, a taxa é de 78%.

Mais brasileiros no Rio

Oito em cada dez turistas que estão no Rio para o fim do ano são brasileiros, de acordo com a Riotur. Alves explicou que a presença de turistas de outros estados se deveu a um esforço concentrado de divulgação da cidade do Rio de Janeiro em todo o Brasil. “É muito importante reforçar que o Brasil está no Rio de Janeiro, e a gente está muito satisfeito com isso”.

Fonte: Agência Brasil

Outros Posts

Piscinas de hotéis e resorts para curtir o verão em grande estilo

piscina

O verão chegou e, como manda a regra, deve proporcionar dias de intenso calor e despertar desejos pra lá de refrescantes em cada um de nós. E para que você não fique passando vontade durante o verãozão 2018, separamos as oito piscinas de hotéis e resorts mais incríveis e convidativas em terra e no mar.

piscinas
1- Pestana Rio Atlântica, Rio de Janeiro – RJ

Na cidade maravilhosa, a piscina do Pestana Rio Atlântica, em Copacabana, é uma ótima pedida para aqueles que querem curtir o verão carioca em grande estilo e sem competir por faixas de espaço nas areias do Leme ao Leblon. Destaque para a localização da piscina, que está situada em um dos rooftops mais badalados do Rio de Janeiro e oferece uma vista de tirar o fôlego.


2- Pratagy Beach All Inclusive Resort – Wyndham, Maceió – ALpiscinas

Esqueça o conceito de piscina tradicional. No Pratagy Beach, a piscina que merece destaque é um pouquinho diferente das convencionais. Lá, as exclusivas e inexploradas piscinas naturais chamam a atenção pela excepcional beleza da fauna maurinha.

Pontuadas por peixinhos coloridos, a atração ganha forma nos arrecifes de corais nos períodos de baixa maré, que ocorrem em horários específicos e é perfeita para todas as idades. O intenso amarelado do sol, presente de janeiro a janeiro e a incrível tonalidade azul turquesa do mar de Pratagy completam o cenário dos sonhos para relaxar e curtir este imprescindível passeio.

Piscinas
3- Villas Supreme Hotel, Maceió – AL

Faltam adjetivos para descrever a incrível piscina de borda infinita do Villas Supreme Hotel, em Maceió. A exuberante vista e as convidativas e revigorantes espreguiçadeiras espalhadas dentro e fora da piscina dão um toque ainda mais acolhedor e propício para relaxar e curtir a natureza.

 

 

4- Fazenda Capoava, Itu – SPpiscinas

Pertinho de São Paulo, na bela região de Itu, a histórica Fazenda Capoava surge como opção para os paulistanos que desejam aproveitar o clima interiorano e relaxarem nas duas belas e convidativas piscinas da Capoava. Há opções tanto para crianças quanto para adultos.

Destaque para o bar da piscina, que oferece uma deliciosa carta de cachaça e prepara drinks pra lá de refrescantes. Uma vez no local, experimente o delicioso Mojito.

piscinas5- Botanique Hotel & Spa, Triângulo das Serras – SP

Localizado no Triângulo das Serras – região entre Campos do Jordão, Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí, o Botanique Hotel & Spa hotel se destina aos que buscam silêncio absoluto e contato com a natureza. Para curtir o verão, o hotel disponibiliza aos hóspedes uma piscina externa de água mineral, com design integrado à belíssima paisagem em seu entorno.

 

piscinas6- Enjoy, Punta Del Este – UY

No badalado balneário uruguaio, o icônico Enjoy Punta del Este Resort & Casino oferece programação intensa o ano todo, com shows, festas, espetáculos e torneios no cassino. A piscina do resort conta com uma linda obra em seu piso, feita pelo renomado artista uruguaio Carlos Páez Villaró especialmente para o hotel.

Conhecida por belos cliques de celebridades e personalidades que se hospedam ali, a piscina tem vista para o mar e é um verdadeiro point para curtir a alta temporada de Punta.

7- Slaviero Essential Floranópolis, Praia dos Ingleses – SCpiscinas

Localizado na Praia dos Ingleses, uma das mais belas de Florianópolis, o hotel Slaviero Essential possui ampla estrutura de lazer. De frente para o mar, a piscina externa do hotel conta com espreguiçadeiras dentro da água e charmosos gazebos para os que desejam relaxar.

piscinas8- Navio Seven Seas Explorer – Regent Seven Seas

No Seven Seas Explorer, navio mais luxuoso do mundo, premiado pelo Cruise Critics em 2016 e 2017, a piscina fica no décimo primeiro deck. Boa oportunidade para curtir o verão a bordo, afinal nem só de mar vive um cruzeiro.

Agora que você já sabe onde ir, junte a família e os amigos, coloque o seu traje de banho e agarre os óculos escuros para curtir o melhor verão de sua vida.

Outros Posts