Holanda sobre duas rodas: Razões para explorar o país de bicicleta

A Holanda é o principal destino para quem gosta de pedalar. É seguro, fácil e divertido passear de bike por lá, os locais dizem ser a maneira ideal de explorar bem os tesouros holandeses. Quem não tem uma bicicleta, ou não pode levar uma na viagem, pode alugar em uma das inúmeras lojas no centro de qualquer cidade do país. Por que explorar a Holanda pedalando?

Porque o país conta com 30 mil quilômetros de rotas para bicicleta, tanto as de longa-distância, identificadas nas placas pela sigla LF, como mais curtas, dentro das cidades, facilmente utilizadas por meio de um sistema que disponibiliza mapas e direções em cada cruzamento. As ciclovias são seguras e na maioria das vezes separadas dos veículos motorizados. 

 Porque as placas de estradas foram aprimoradas, então é praticamente impossível para um ciclista se perder.

Porque os holandeses estão acostumados com os ciclistas e estão sempre atentos a eles no trânsito.

 Porque a Holanda é um país plano, então mesmo para ciclistas iniciantes é fácil percorrer as rotas.

√ Porque clima do país é ameno, então dificilmente estará frio demais para andar de bicicleta.
Porque muitos lugares com paisagens impressionantes ficam escondidos daqueles que optam por outros meios de transporte por serem acessíveis só para quem está de bicicleta.

 Porque pedalar para se locomover é uma atitude sustentável, que contribui para o meio-ambiente.
Porque a Holanda está entre os cinco países do mundo com as estradas mais seguras.

 Porque, além de divertida, é uma maneira saudável de conhecer um lugar novo.

Como planejar sua viagem de bicicleta pela Holanda:

O sistema de cruzamentos permite planejar as viagens por uma determinada região de forma rápida e fácil. É só seguir as placas de cada cruzamento numerado até o próximo.

Cada cruzamento tem uma placa com um mapa geral dos arredores e o seu número. Por meio do Bicycle Route Planner, fica fácil definir o melhor trajeto.

Esse sistema ainda se conecta facilmente com os trajetos que percorrem todo o país, as Rotas Nacionais de Longa-distância (LF). Essas rotas representam uma extensão de 4,5 mil quilômetros e foram desenvolvidas especialmente para passeios de bicicleta mais longos. É possível seguir rotas individuais ou personalizar os itinerários de acordo com sua preferência.

Um dos itinerários mais famosos é o IJsselmeer Tour, percurso de 400 quilômetros que passa por vilarejos históricos e reservas naturais em cidades como Volendam, Edam e Marken.

Quem gosta de praias vai gostar do Dutch Coastal Tour, trajeto de 570 quilômetros pelas principais atrações da costa holandesa, como a badalada praia Scheveningen, Noordwijk e a região de Friesland.

Quem procura rotas mais curtas e é fã de arte, vai gostar dos tours inspirados em Van Gogh, em Tilburg, Eindhoven, Etten-Leur, Nuenen, Zundert e ainda um mais completo, na região de North Brabant.

Outros Posts
VÍDEOS E REDES SOCIAIS
Assista ao Programa Eu Por Aí e se inscreva no nosso canal no YouTube

Curta nossa página no Facebook
Curta nosso perfil no Instagram


Eduardo Gregori

Eduardo Gregori é jornalista profissional especializado em turismo. Eduardo Gregori is a professional tourism journalist

Leia Também